Autismo e Aspeger

Síndrome de Aspeger por vários doutores

Lorna Wings observou outros aspectos não descritos por Asperger como:

- pouco interesse pela companhia de outras pessoas no lo ano de vida;
- balbuceio limitado em qualidade e quantidade;
- falta de impulso para comunicar, balbuciar, gesticular, movimentar, dar risadas e gargalhadas;
- ausência de brincadeiras imaginativas "faz de conta".

Frith, U. 1992, classificou a Síndrome de Asperger como um tipo de autismo e afirma que mesmo havendo uma melhora no quadro, as características básicas se mantém, alterações na socialização, na comunicação e na imaginação.

Boncher, 1989, os portadores da Síndrome de Asperger podem descobrir soluções para problemas que requerem uma teoria na mente, mas o fazem de modo lento e desajeitado alterando o tempo das respostas, o que as tornam estranhos nas interações sociais.

Hans Asperger considerou a síndrome que descreveu como um distúrbio da personalidade que poderia ser distinguido de outros tipos de anormalidades da personalidade, embora reconhecesse as semelhanças com o Autismo de Kanner.

A Síndrome de Asperger e Autismo Infantil de Kanner tem em comum características básicas como a dificuldade de interação social, de comunicação e de imaginação.

A distinção entre Autismo e Síndrome de Asperger não é universalmente aceita.