Autismo e Aspeger

Síndrome de Aspeger

Parte 3

As pessoas com Síndrome de Aspeger são incapazes de atribuir estados intencionais aos outros. Eles não têm capacidade para atribuir um estado mental do outro.

Apresentam alterações na meta-representação, que são as crenças, a percepção de desejos, as necessidades, os sentimentos e as emoções dos outros, possuindo uma falta de senso comum.

São portadores de excelente capacidade de memória, porém a compreensão dos significados básicos é pobre.

As vezes acontece com eles ocorrências psiquiátricas adicionais, com diagnósticos de ansiedade e depressão.

A Síndrome de Asperger pode ser considerada como uma forma de "personalidade esquizóide". É comum um significativo afastamento social e atitudes estranhas podem ser observadas. Os interesses e atividades repetitivas, que as vezes são confudidas com a "personalidade obcessiva".

Com relação a afetividade, na Síndrome de Asperger, a quietude, o afastamento social, e a falta de expressão facial são bastante presentes, chegando a sugerir um quadro depressivo.

Autora: Celiane Secunho